fbpx

Cursos EAD começam a ser bem vistos por boas instituições e mercado de trabalho

Você precisa dar aquela turbinada no currículo, mas trabalha muito e tem pouco tempo… Esse roteiro é conhecido. Continuar a se qualificar é realmente importante. A boa notícia é que cada vez mais instituições reconhecidas aumentam a oferta de cursos na modalidade EAD (Educação a Distância) e o melhor, diferente do que muitos ainda avaliam, o mercado vê com bons olhos certificados dessa categoria. É o que diz a headhunter e consultora especializada em recrutamento Luciana Tegon. Ela explica que o mercado entende as dificuldades de deslocamento e a falta de tempo de quem já trabalha e, por isso, valoriza profissionais que tenham uma graduação, uma pós ou especialização feita a distância. Além disso, de olho na economia e na flexibilidade de horário, um número crescente estudantes opta por se preparar para os vestibulares de modo online. Como exemplo dessa tendência no país, uma pesquisa realizada pelo Censo da Educação Superior, divulgada pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), revelou que as matrículas de Educação a Distância aumentaram 17,6%, no último ano, e a quantidade de estudantes da modalidade atingiu 1,8 milhão. “O Enem e os vestibulares atualmente estão ficando mais concorridos, e muitos alunos necessitam…

Continuar lendo

Número de ingressantes em graduação presencial é o menor desde 2011; EAD triplica

Estadão Conteúdo 19/09/19 - 16h49 O número de ingressantes em cursos de graduação presencial no País em 2018 foi o menor dos últimos sete anos, mostra o Censo de Educação Superior. No ano passado, o Brasil tinha 2,07 milhões de calouros ingressando em cursos do ensino superior – o menor número desde 2011, quando foi registrado 1,91 milhão. Desde 2014, o ensino presencial vem perdendo ingressantes e os cursos na modalidade a distância, aumentando. No ano passado, de cada dez ingressantes no ensino superior, quatro foram para o Ensino a Distância (EAD). Nos últimos sete anos, a modalidade cresceu mais de três vezes – passando de 431,5 mil calouros, em 2011, para 1,37 milhão no ano passado. A expansão no EAD se deve sobretudo à rede privada. No ano passado, dos 2,86 milhões de ingressantes na rede particular, 45,7% haviam sido matriculados para essa modalidade de ensino. No caso da rede pública, o ensino a distância preenche uma fatia de 10,8% do universo de matriculados. São 62,6 mil de um total de 580 mil pessoas. Com isso, o número de ingressantes na rede privada de ensino a distância é 2,2 vezes maior do que todos os alunos que ingressam nos…

Continuar lendo
×

Carrinho

preloader