fbpx

As implicações do coronavírus para o Comércio Sino-Brasileiro

Por Olavo Caiuby Bernardes e Thiago Tifaldi 2020: o ano do Rato 25 de janeiro celebrou-se o Ano-Novo chinês. As comemorações do Ano-Novo chinês se seguiram ao longo da última semana do mês de janeiro. A data marca o início do ciclo dos doze animais do zodíaco, segundo o Horóscopo Chinês. 2020 será regido por Shu, ou o Rato de Metal, a inspirar o empreendedorismo, os negócios, os investimentos, as aplicações, as aquisições, as descobertas, a abertura de novos caminhos, a busca por conhecimento e por soluções práticas, num ciclo que deverá perdurar até o dia 11 de fevereiro de 2021, segundo o prognóstico chinês. Assim como o Horóscopo Ocidental, o Horóscopo Chinês se baseia na astrologia, sendo aquele fortemente marcado pela tradição greco-romana, diferindo o Horoscopo Chinês do Ocidental em alguns aspectos, tais como a divisão do ano em ciclos, representados por doze animais que, segundo conta a tradição oriental, teriam aceitado o convite de Buda para com ele celebrar o Ano Novo. O ciclo dos doze animais do zodíaco chinês teria a seguinte ordem, isso de acordo com a chegada um destes animais à festa de Ano-Novo promovida por Buda: porco, cão, galo, macaco, carneiro, cavalo, serpente, dragão,…

Continuar lendo
×

Carrinho

preloader